Notícias

03/10/2019 - Ibama e PM de SP apreendem 10 iguanas comercializadas por correio

Brasília (03/10/2019) - O Ibama, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental de São Paulo (PMA), apreendeu 10 iguanas, espécie em perigo de extinção, que haviam sido detectadas por meio de raio-x no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas dos Correios em Indaiatuba (SP), nesta terça-feira (01/10). Dois dos animais estavam mortos no interior da encomenda postal.

 

2019-10-03-noticia-03.jpgAgentes ambientais federais e os policiais acompanharam a entrega monitorada da encomenda na casa do destinatário que, após receber os animais, foi multado por praticar maus tratos e por adquirir animais silvestres sem autorização do órgão competente. O infrator ainda assumiu criar uma ave da espécie trinca-ferro em sua residência sem registro no Sistema de Criação Amadorista de Passeriformes (Sispass), o que também resultou em multa por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre nativa sem autorização do órgão competente. Será realizada comunicação ao Ministério Público Federal para apuração de crime ambiental.

 

2019-10-03-noticia-04.jpgAs iguanas estavam amarradas em um saco de pano acondicionado em uma caixa de papelão repleta de serragem de madeira, caracterizando condições precárias de transporte. As pequenas dimensões da caixa, a vedação da embalagem externa (embrulho), o saco de tecido, a presença de serragem e a grande quantidade de indivíduos, tornou o ambiente com pouquíssimo ar disponível, causando sofrimento aos espécimes ali contidos e a morte de dois deles.

 

O chefe da Unidade Técnica do Ibama em Viracopos (SP), Luís Antonio Gonçalves de Lima, que coordenou a ação de fiscalização, mencionou a importância do trabalho conjunto do Instituto com a PMA e orientou quanto ao prejuízo do tráfico de animais para o meio ambiente e para a saúde humana: 'Esse crime causa desequilíbrio dos ecossistemas de origem desses animais e ainda representa graves riscos de disseminação de zoonoses', afirmou e concluiu fazendo um apelo à população para não aquisição de espécimes oriundos do tráfico de animais silvestres de modo a efetivamente contribuir para a conservação.

 

Os animais encontrados vivos (8 iguanas e 1 ave) foram apreendidos e destinados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Ibama em Lorena (SP).

 

Fonte: Ibama



MISSÃO

Prestar serviços em âmbito nacional nos setores mineral e ambiental com alta qualidade contribuindo para o desenvolvimento sustentável do país.

VISÃO

Ser uma empresa referência no seu segmento, prestando serviços de alta qualidade que atendam às necessidades do cliente de maneira personalizada.

VALORES

Cordialidade, Qualidade, Sustentabilidade, Eficiência.